Insper Abre Inscrições Para Cursos Intensivos De Verão Da Educação Executiva

Facebook: Como Localizar Se Cambridge Analytica Teve Acesso Aos Seus Fatos

Ultimamente, tem muita gente envolvida com o empreendedorismo apregoando o término do plano de negócios e assumindo a modelagem de negócios no tipo Canvas como o novo padrão para o empreendedor averiguar ideias e colocá-las em prática. Na realidade, há uma confusão considerável ao se tentar comparar as duas técnicas, em razão de são complementares. Ao notar o que cada técnica garante ao empreendedor, talvez fique menos difícil aprender o porquê da confusão. O padrão de negócio é a definição de que forma tua corporação dá certo e cria valor. O desenvolvimento de um plano de negócios estruturado ajuda a alinhavar e a apreender em fatos o modelo de negócio de uma empresa.

Pra se concluir um plano de negócios, o empreendedor poderá levar semanas ou até meses. Entretanto, no momento em que concluído, o resultado nem sempre é considerado uma fotografia real do que é ou será o negócio. A socorro principal do plano de negócios é possibilitar um norte ao empreendedor e com isso fazer com que a gestão de tua empresa tenha métricas pra ver de perto adequadamente seu crescimento. O plano de negócios se justifica em casos onde o empreendedor tem um propósito claro a atingir.

Advertisement

Mais há pouco tempo, afim de focar em qualquer coisa mais prático e ligeiro, conceitos como padrão de negócio Canvas e Lean startup (empresa newbie enxuta) têm se popularizado, principalmente no mercado de tecnologia da detalhes, internet e áreas correlatas. O Lean startup foca pela prototipação e experimentação e propõe uma abordagem prática e rápida pra testar um conceito, um objeto/serviço, verificar os resultados, fazer as devidas melhorias ou adaptações e lançar nova versão no mercado.

O especialista americano Steve Blank vem sendo um defensor e evangelizador nesse conceito. Seu mantra resume-se em não doar tanta atenção à análise de mercado, projeções financeiras e de crescimento. Ao oposto, ele sugere que o empreendedor deva “sair do prédio”, ou melhor, que o empreendedor vá para a estrada notar pela prática a reação do cliente em conexão ao seu serviço ou produto.

  • 2 Para organizar os dados
  • Monitore o seu concorrente zoom_out_map
  • Em quais redes sociais você mais utiliza para ver de perto a Nerdstore
  • 6 informações fundamentais de que forma organizar a divisão financeira de uma empresa
  • Gestão de Vendas e Marketing
  • RESULTADOS E DISCUSSÃO
  • Valor do pacote voando sábado (2 diárias): R$ 757
  • Índice em Miniatura

Com apoio no feedback do freguês, novos ciclos de prototipação podem ser iniciados até que se chegue a um artefato considerado adequado pelo empreendedor, ou seja, pelo seu cliente. Na verdade, essa abordagem bem como é sugerida no momento em que se discute o plano de negócios usual. O empreendedor entenderá melhor o seu mercado caso consiga fazer um teste real próximo ao comprador.

Advertisement

Porém, isso não é possível para todo tipo de negócio. O conceito de Lean startup não é novo, mas ficou ainda mais popular no universo das startups através da disseminação de outro conceito recente: o padrão de negócio Canvas. Cinco Novas Oportunidades De Negócios Pra você Vencer A Decadência do paradigma de negócio Canvas casa como uma luva com o de Lean startup, uma vez que mostra uma representação esquemática visual, em blocos, que resume os principais componentes do padrão de negócio de uma empresa. Como é qualquer coisa prático de se fazer, o empreendedor consegue montar um padrão de negócio com esse esquema numa única folha de papel.

Aí ele pode testar o conceito, Salas Temáticas Aproximam Suposição De Prática Nos Negócios da equipe, com compradores etc. e começa, logo, a evoluir o modelo de negócio, com recentes versões do Canvas. Essa foi a ideia de Steve Blank ao colaborar pra disseminar o modelo de negócio Canvas como uma ferramenta pra aceleração de startups. Profissionais Ensinam Como Usar A Tecnologia A Teu Favor foi desenvolvido e oferecido originalmente por Alexander Osterwalder e Yves Pigneur.

Advertisement

A tese que defende Steve Blank é de que uma startup está em procura de um padrão de negócio sustentável e replicável e, desta forma, deve fazer protótipos, testar hipóteses, “oferecer a cara pra bater” pra, pois, começar a amadurecer. Neste instante corporações maiores buscam executar modelos de negócios comprovados. Assim, ele sugere que nos casos das corporações iniciantes não se dê tanta atenção ao plano de negócios e priorize o Canvas.

Na realidade, o Canvas pode ajudar muito o empreendedor pela fase de análise da chance. Uma técnica não substitui a outra e ambas conseguem ser utilizadas a cada negócio. Negócios que demandam alto investimento inicial, naturalmente precisarão de um plano de negócios mais estruturado, com percepção dos recursos que serão alocados pela corporação.

Share This Story